fbpx

“O RGPD pode colocar as empresas à frente da concorrência”

Se, há uns anos era novidade, hoje é um facto: a Segurança Informática é fundamental para o sucesso de qualquer negócio. Quem o diz é Lúcia Marinho, Encarregada de Proteção de Dados (DPO) e especialista na implementação do Regulamento Geral de Proteção de Dados (RGPD) nas empresas.

No próximo dia 16 de março, Lúcia Marinho, em parceria com a ESTRATEGOR, realizará uma nova edição do curso de Segurança Informática para Utilizadores. Com o ritmo acelerado da transformação digital e o cibercrime a aumentar, este é o momento certo para conversarmos com a formadora e percebermos melhor os desafios que as empresas enfrentam.

Vamos a isso?

 

Academia GROW (AG): Além de pesadas coimas, o incumprimento do RGPD pode trazer sérias consequências para as empresas. Quais os perigos que estão em causa?

Lúcia Marinho (LM): Qualquer empresa trata informação sensível e confidencial relativa a dados pessoais de colaboradores, clientes ou fornecedores. A fuga dessa informação, não só é prejudicial para a empresa, como um “trunfo” para os seus concorrentes, que a podem usar em seu benefício. Assim, falamos de vários perigos, nomeadamente:

  • Ataques cibernéticos;
  • Vulnerabilidade dos dados, principalmente se a empresa tiver colaboradores em teletrabalho, com redes domésticas pouco seguras;
  • Mais fragilidades com o trabalho em nuvem, já que temos vários dispositivos ligados em rede;
  • Vírus, worms e cavalos de Troia;
  • Hackers;
  • Spyware e software de propaganda invasiva;
  • Ataques de dia zero ou ataques de hora zero (ataques a falhas do sistema, que ainda são desconhecidas do usuário);
  • Roubo de dados ou intercetação dos mesmos em comunicações;
  • Ataques ao sistema informático;
  • Roubo de dados pessoais e identidade.

 

AG: E o que fazer perante esses perigos?

LM: A segurança da informação é um tema amplamente discutido, mas falta formação para que cada colaborador esteja sensibilizado para os riscos e tome consciência das responsabilidades. Hoje, uma empresa que adote metodologias de proteção de dados está a dar um passo para se diferenciar da concorrência. Por isso, é muito importante a implementação do RGPD e o cumprimento das práticas que reforçam a segurança dos dados.

 

AG: Considera que o RGPD ainda não é plenamente compreendido quanto às suas vantagens?

LM: O RGPD pode colocar a empresa um passo à frente da sua concorrência. Mais do que deveres e coimas, deve ser visto como uma oportunidade para as empresas reverem as suas estruturas e processos, tornando-se mais eficientes. O RGPD cria oportunidades de negócio, impulsiona a internacionalização, promove o nível de confiança dos clientes e fortalece a relação com os stakeholders. Como? Mostrando uma empresa capaz de tratar qualquer dado de forma segura e de envolver todos os departamentos na segurança da informação. Ou seja, a competitividade das empresas também passa pela segurança informática, por mostrarem que a proteção de dados é uma preocupação de toda a organização e não apenas dos recursos técnicos. É isso que dá credibilidade à empresa.

AG: O colaborador, do ponto de vista da segurança da informação, é o elo mais fraco das empresas?

LM: Não o é propositadamente, com intenção de prejudicar, mas por falta de informação ou por erro acidental. Os erros de funcionários são, de resto, a principal ameaça para a segurança dos dados, superando até ataques de hackers.

AG: Mas, se a presença digital é essencial para a competitividade das empresas, quais as medidas prioritárias a tomar?

LM: A transformação digital, embora vantajosa para as empresas, deve fazer-se acompanhar pela implementação de um sistema de proteção de dados, por medidas internas de salvaguardada da informação, que vão desde as políticas de proteção de dados pessoais à gestão dos recursos humanos.

Além disso, convém lembrar que as fragilidades não passam só pela estrutura da rede ou por ter um bom sistema de backups, com atualizações e testes. A sensibilização e a formação são a forma mais eficaz de evitar o comprometimento de dados e as fugas de informação. Da administração aos quadros técnicos, todos os colaboradores – e, em especial, aqueles que lidam com dados pessoais e informação sensível – devem tomar consciência dos comportamentos a ter. Este é um passo decisivo para as empresas se colocarem à frente das ameaças da transformação digital e da concorrência. Quanto mais cedo as organizações cumprirem o RGPD, maior será a sua vantagem competitiva.

AG: De 16 a 23 de março, a Eng.ª Lúcia Marinho regressa à Academia GROW para a formação de Segurança Informática para Utilizadores. Que vantagens destaca deste curso e a quem se dirige?

LM: A globalização e a rápida evolução tecnológica trouxeram novos desafios no que diz respeito à proteção de Dados Pessoais, pois a quantidade de informação pessoal partilhada pelos cidadãos não para de aumentar. Mas as ameaças cibernéticas são ainda mais perigosas para as empresas sem colaboradores formados e informados. Do escritório ao chão de fábrica, todos devem saber quais as condutas de segurança de dados a adotar e quais os direitos que têm enquanto titulares de dados pessoais.

Se é verdade que a segurança informática tem um custo, o desconhecimento das regras e o seu incumprimento tem um custo ainda maior.

 

Aposte na sua formação!

Se quer garantir mais cibersegurança no seu trabalho, inscreva-se no nosso curso de Segurança Informática para Utilizadores.

A Academia GROW tem cursos à medida das suas necessidades e dos objetivos da sua empresa, por isso, fale connosco para mais informações!

Subscreva a nossa Newsletter!

Seja particular ou empresa, fique a par de todas as novidades, bem como dos nossos
cursos e conteúdos exclusivos!

Particulares

Empresas

Artigos Relacionados

Power BI: 5 dicas para ser um expert a criar relatórios

Power BI: 5 dicas para ser um expert a criar relatórios

Gerir grandes quantidades de dados e criar relatórios faz parte do seu trabalho? E costuma perder tempo valioso com essas tarefas? Então está a precisar do Power BI! Quer trabalhe diretamente com o cliente-final ou atue no segmento B2B, os dados fazem parte do seu...

Quer decifrar os mistérios do Excel? 6 truques para ser um expert!

Quer decifrar os mistérios do Excel? 6 truques para ser um expert!

Está no seu local de trabalho? Ótimo. Há um mistério que precisa de ser desvendado. O seu nome? Microsoft Excel. Para decifrar os segredos do Excel não tem de ser um reputado simbologista. Também não envolve (infelizmente) viajar pelos quatro cantos do mundo para...

RGPD: Já conhece as regras que deve cumprir?

RGPD: Já conhece as regras que deve cumprir?

11 capítulos, 173 considerandos e 99 artigos. O Regulamento Geral de Proteção de Dados (RGPD) é um documento extenso e, por vezes, complexo. Mesmo após três anos em vigor, muitas são as dúvidas que ainda desperta. Será que a sua empresa está em conformidade? Quais as...

Academia de Formação Grow

Entidade certificada pela DGERT em 17 áreas de formação, tem como missão formar pessoas com base em metodologias inovadoras

Contactos

PORTO

Sede
Avenida da Boavista, 3477 | 3521, 5º Andar, Sala 501
4100-139 Porto

Sala de formação

Av. da Boavista, 3523, 5º. Andar, Sala 503
4100-139 Porto
+351 226 162 971 (Geral)
+351 91 912 81 44 (Formação)
academiagrow@estrategor.pt

LISBOA

Av. da República, 50, 2º Andar
1050-196 Lisboa
+351 917 771 640
maria.pinto@estrategor.pt

 

2022 Copyright Grow  |  Informação Legal  | Livro de Reclamações